Beba Como Uma Garota!

©2018 BY BEBA COMO UMA GAROTA. 

Beba Como Uma Garota!

September 26, 2018

Por Camila Wendling

 

 

 

Por décadas fomos silenciadas, proibidas de opinar sobre certos assuntos, proibidas de ocupar determinados espaços e tomar algumas atitudes que eram “mal vistas” socialmente. Ainda hoje nós somos questionadas por certos posicionamentos, opiniões e afins,  mas diariamente nós reafirmamos nosso direito de retomar todos esses espaços, porque lugar de mulher é onde ela quiser! O projeto Beba Como Uma Garota nasce dessa necessidade de reocupar espaços. Nascido em 2017 o projeto comemora o seu primeiro ano!

 

Foto: @elisaaconde

 

A idealizadora Isabella Pinheiro, nutre uma paixão pelo universo cervejeiro que a acompanha a bem mais de uma ano e o projeto serviu como um “ponto de encontro” entre mulheres que tinham apreço pelo tema, criando um espaço no qual elas se sentissem acolhidas e tivessem voz. “Eu realmente não tinha ideia que o projeto seria o que é hoje. Porque quando criei, eu não conhecia nenhuma mina que curtia cerveja tanto quanto eu, mas elas foram aparecendo como ímã e quanto mais aparecem, mais feliz e empolgada eu fico. É muito bom saber que elas se identificam e se sentem representadas, porque o objetivo é esse. A intenção é que a gente vá sempre além e produza. Uma vez que a produção de cerveja sempre foi da mulher e isso foi tirado de nós com o tempo. Por questões religiosas e machistas.” Conta Isabella

 

Com o propósito de inspirar mulheres a se aprofundarem no universo cervejeiro, o projeto é feito de experiências. O Beba Como Uma Garota surgiu no Instagram  e devido a grande demanda do público, ampliou suas redes de contato com o objetivo de que mais mulheres pudessem ter acesso ao conteúdo e aos produtos produzidos pelo projeto que hoje está presente no blog, nas redes sociais e na loja virtual, possibilitando que pessoas do país inteiro possam adquirir os produtos de forma segura e com qualidade.  Com um time de 10 redatoras, o blog é um lugar para se compartilhar experiências, no qual cada texto carrega uma particularidade especial de cada escritora com uma nova perspectiva sobre filmes, séries, gastronomia, viagens e, é claro, cerveja! Além disso o blog permite que qualquer mulher se inscreva como redatora, de forma que todas possam ocupar esse espaço. “Os ambientes ainda são muito machistas. Já rolou de quando estou em um lugar ou sou convidada para algum evento, raramente ser cumprimentada pelos homens, a grande maioria te ignora como se você não fosse ninguém, porque a maioria desses lugares é frequentada pelo público masculino. Eu recebo muitos relatos de situações machistas em bares e no meio cervejeiro e o Beba Como Uma Garota tem como função lutar fervorosamente pela não sexualização da mulher nesse meio, mas mesmo assim o fato do público ainda ser muito machista torna o desafio maior, mas como costumo dizer: a gente está aqui pra conquistar espaço, mulher nunca ganhou nada pedindo por favor. Por isso, foi extremamente importante a criação da confraria, onde estudamos e sempre estamos atrás de novos projetos para favorecer outras mulheres.”

 

Esse mês o projeto fechou uma parceria com um coletivo de confrarias de todo país, para fazer uma cerveja temática com intuito de conscientização e arrecadação de doações para instituições de combate ao câncer de mama. As confrarias são responsáveis por buscar novas parcerias para divulgação e venda com parceiros locais de suas regiões, além da realização de eventos de lançamento.  O objetivo futuro é construir uma Associação Feminina Cervejeira, que pode ser uma ONG ou um projeto social que possuam  metas integradas com os coletivos femininos voltados para o ramo cervejeiro, com o intuito de: disseminar a cultura cervejeira e fomentar a profissionalização da mulher no meio cervejeiro.

 

A união entre mulheres que se interessam pelo universo da cerveja, faz com que o projeto cresça e se solidifique cada vez mais. De acordo com Isabella, o Beba é feito a partir dessa união  “eu sempre digo que por mais que eu tenha idealizado o projeto e esteja a frente de tudo o Beba só existe por conta da união de todas as mulheres. Sem elas, o Beba não é nada e é lindo como elas elogiam, se sentem representadas e vestem a camisa com orgulho. Finalmente elas encontram um lugar onde podem beber sem serem julgadas. Sejam as que entendem muito ou até as que não entendem nada e começam a ver que há outras mulheres falando de cerveja e passam a se sentir interessadas.” E ainda ressalta a importância do público masculino que apoia o projeto “não posso deixar de citar meu público masculino, que é a maioria na página. Fico feliz pelos meus seguidores homens que fazem a ponte com outras mulheres que na grande maioria são amigas, namoradas ou esposas. São homens modernos, com a cabeça aberta que sabem que mulher beber não é feio é normal e fico feliz por isso, não imaginava atingir o público masculino nessa proporção também.” Conclui Isabella.

 

O aniversário de 1 ano do Beba Como Uma Garota será comemorado no sábado (22) no Brauhaus Zeppelin, a partir das 20h. Ainda da tempo de você garantir seu ingresso! A festa vai ser linda e eu aposto que você não vai se arrepender!

 

 

Texto escrito originalmente em: O Gibra

Please reload

Our Recent Posts

Concurso cervejeiro para mulheres

February 24, 2020

Uma Breve História sobre a Cerveja

February 9, 2020

Mulheres históricas: Jeanne Manford

February 8, 2020

1/1
Please reload

Tags

Please reload