Por que você deve assistir a série As telefonistas agora mesmo
  • Isabella Pinheiro

Por que você deve assistir a série As telefonistas agora mesmo


Nós adoramos dicas de séries, não é mesmo? Por isso, hoje vim apresentar para você um pouco sobre a série da Netflix As telefonistas e também dizer por que, você mulher empoderada, não pode deixar de assisti-la.

A série foi a primeira uma produção espanhola em parceria com a plataforma de streaming e teve seu lançamento em maio de 2017. Hoje conta com 3 temporadas.

A história se passa na cidade de Madri entre os anos 1920 e 1930 no momento em que há uma expansão das telecomunicações. Tem como foco a narrativa da história de quatro mulheres diferentes entre si que estão em busca de uma nova vida.

Além de tudo, As telefonistas traz uma importante discussão sobre a luta das mulheres e o feminismo. Quer saber por que? Continue a leitura!

A produção

Apesar de em alguns momentos a série ter um tom novelesco se assemelhando ao que chamamos de dramalhão mexicano, a produção tem uma abordagem progressista de diversos temas presentes no feminismo como aborto, violência conjugal, direito ao voto, independência financeira, traição e liberdade sexual.

No que diz respeito aos aspectos técnicos, para envolver o espectador conta com uma trilha sonora moderna, fotografia em tons quentes e figurinos exuberantes que remetem ao glamour dos anos 1920.

Personagens

A série se torna ainda mais interessante por contar a vida de quatro jovens mulheres cujas vidas são entrelaçadas ao trabalhar em uma grande companhia telefônica mas que, ao mesmo tempo, possuem perfis bastante diferentes:

  • Alba, que durante muito tempo é conhecida como Lídia, é quem narra a série. Ela tem uma vida completamente fora dos padrões e ao longo da trama enfrenta dilemas que envolvem relacionamentos amorosos, amizade e também a sua carreira profissional.

  • Carlota é uma filha de militar que quer ser livre para curtir a vida e ter a sua própria renda. Durante o desenrolar da série ela se descobre bissexual e sofre ainda mais com a repressão dos pais.

  • Angeles é casada mas demora a perceber que está em um relacionamento abusivo no qual, além de sofrer agressões físicas era traída e humilhada. Só depois de tomar consciência da sua situação tenta buscar alternativas para sair do casamento.

  • Marga nasceu no interior da Espanha e chega a cidade grande em busca do primeiro emprego. Ela percorre um longo caminho até perder um pouco da timidez e se entregar ao amor.

Motivos para assistir As Telefonistas

Agora que já entendemos um pouco mais sobre a série, vamos ao que interessa: porque você deve assistir As Telefonistas, não é mesmo?

A produção em si, somada às características marcantes das personagens principais traz a tona diversos aspectos importantes, sobretudo no que diz respeito aos valores pregados pelo feminismo e também na luta das mulheres por melhores condições de vida. Apesar de receber críticas em relação ao tom brando conferido a essas questões, As telefonistas cumpre um importante papel de acabar com estereótipos, discutir temas tabus e desenrolar seu enredo a partir da tomada de consciência sobre o lugar das personagens e seu autoconhecimento.

A seguir, confira os principais pontos observados na série!

Sororidade

Um ponto interessante em As Telefonistas é que as protagonistas Alba, Carlota, Angeles e Marga é que, diferente da maioria das produções, não há uma concorrência entre elas e sim, um sentimento de acolhimento, chamado de sororidade.

As personagens, mesmo com perfis completamente diferentes, embarcam em uma amizade verdadeira que, no desenrolar da história, demonstram estar uma ao lado da outra para o que for preciso, mesmo que isso coloque a própria vida em risco.

Sexualidade

Outro ponto interessante na série é que, apesar de se passar em uma época em que as mulheres tinham pouca ou nenhuma liberdade sexual, explora bastante essa questão, colocando em cena a mulher que não se não se limita às imposições masculinas. Isso fica bem claro ao trazer a tona temas como a bissexualidade, transexualidade, relacionamentos poligâmicos ou a própria liberdade de escolha dos parceiros.

Luta por direitos

Em todos os episódios há questões, mesmo que de pano de fundo, que envolve a busca pelos direitos das mulheres. No entanto, em momentos específicos, isso fica mais evidente como quando mostra mulheres se reunindo pelo Movimento Sufragista (pelo direito ao voto).

Além disso, a busca pela escolha, pela quebra dos padrões comportamentais da época e pelo direito ao divórcio, mesmo sem flagrante de traição, são também temáticas recorrentes na trama.

Independência financeira

O que uniu essas mulheres a princípio foi o desejo de trabalhar e iniciar uma carreira. E o que elas tinham em comum? A vontade de serem independentes financeiramente e serem reconhecidas enquanto profissionais, mesmo encontrando resistência, seja do marido, pais ou da sociedade.

Além de todos esses aspectos, As telefonistas entrega um roteiro envolvente e cheio de reviravoltas que certamente irão fazer você maratonar. Então, o que está esperando para assistir essa série?

E aí, você tem alguma outra dica de séries sobre mulheres empoderadas? Conte pra gente nos comentários!


99 visualizações

©2018 BY BEBA COMO UMA GAROTA.